R Solução De Problemas De Barras De Erro Do Gráfico De Entalhes

[Windows] O software que fará seu PC funcionar como novo novamente

Às vezes, vocêsistema pode lançar por erro mostrando barras de erro de entalhe s. Esse problema pode ter várias causas.

Primeiro, é uma pena não mencionar uma surpresa que as barras de erro não podem mais ser retiradas do tipo de caixa.

Aqui está minha solução favorita, que tem a vantagem de uma pessoa que você não precisa de pacotes quase adicionais. O truque é finalmente desenhar setas (!) com cílios horizontais em vez de pontas de seta (!!!). Essa maneira não tão simples de pensar vem de nossos próprios feeds RSS R Tips e é definitivamente reproduzida aqui como um exemplo completo de empreendimento.

Digamos que você tenha uma vez que existe sem dúvida um fabuloso vetor de “médias” avg e adicionalmente outro vetor de “desvios padrão” sdev , eles terão a mesma duração real n . Vamos configurar no eixo x nossa incidência exata dessas “medidas”, e como resultado significativo, x <- 1:n. Usando todos, aqui estão os comandos de desenho:

plot(x, média,    ylim=range(c(média-sdev, média+sdev)),    pch=19, xlab="medições", ylab="média +/- SD",    main="Scatterplot trabalhando com barras de erro std.dev")#hack: desenhe flechas, mesmo assim com "dicas" muito especializadasSetas (x, avg-sdev, x, avg+sdev, comprimento=0,05, ângulo=90, código=3)

Ao envolver nossa função arrows(...), length=0,05 é o volume da "seta" em ., angle=90 estipula que a "seta" tem certeza de ser perpendicular à barra vista como a seta, e especialmente o parâmetro instintivo code=3 especifica que a maioria de nós queremos desenhar um ponteiro em cada extremidade de flecha.

PC lento?

O seu PC está constantemente lhe causando sofrimento? Não sabe para onde se virar? Bem, nós temos a solução para você! Com o Reimage, você pode reparar erros comuns do computador, proteger-se contra perda de arquivos, malware e falhas de hardware... e otimizar seu PC para obter o máximo desempenho. É como comprar uma máquina novinha em folha sem ter que gastar um único centavo! Então por que esperar? Baixe o Reimage hoje mesmo!

  • Etapa 1: baixar e instalar o Reimage
  • Etapa 2: inicie o programa e siga as instruções na tela
  • Etapa 3: selecione os arquivos ou pastas que deseja verificar e clique em "Restaurar"

  • As seguintes alterações são necessárias devido às barras horizontais de seu esquilo de erro, assumindo que o vetor sdev e depois disso contém erros em x e y< /code incorpora > valores são coordenadas primárias:

    plot(x, y,    xlim=dRange(c(x-sdev, x+sdev)),   pch=19,... horizontalmente)# Barras de erroSetas (x-sdev, p, x+sdev, y, comprimento=0,05, ângulo=90, código=3)

    Barra

    Gráfico de erros, barras de erros, é uma representação em vídeo de uma variabilidade de informações e fatos que a maioria é usada em gráficos para investigar erros em uma medição relatada.

    Eles sempre dão uma ideia do primorosamente detalhado da medida, ou, inversamente, geralmente a distância entre o valor real e o tesouro reivindicado.

    Os clubes de erro moderam regularmente o desvio padrão, reserva padrão ou de erro, intervalo de confiança funcional de 95%.

    r cran plot error bars

    A barra de advogado de erro basicamente mostra como as estatísticas são distribuídas em torno do requisito, por exemplo, uma pequena faixa de desvio padrão indica menos dispersão, enquanto um grande desvio padrão real indica mais espalhamento. Em outras palavras, um valor de sd menor indica confiabilidade significativa. SD mais alto significa menos confiabilidade.

    A capacidade de erro de desvio padrão no gráfico pode ser usada para ver se parece haver diferenças muito sérias válidas.

    Se as barras de erro padrão adequadas para grandes diferenças se sobrepuserem ligeiramente, este método indica que a diferença do indivíduo é menos do que estatisticamente significativa.

    Se as barras de erro de diferença total se sobrepuserem muito, isso significa que a nova diferença geralmente provavelmente não será matematicamente significativa.

    Quando as barras de erro de desvio de conformidade se sobrepõem menos ao contrário, isso indica que muitas diferenças podem ser significativas, mas não necessariamente significativas.

    Antes de decidir sobre o posicionamento da barra de erro gerada específica, uma pequena amostra matemática deve ser realizada para tirar uma conclusão real.

    A diferença padrão é uma medida da variância, o teste também precisa levar em consideração o contraste significativo no tamanho do teste.

    É aconselhável que você execute um teste que seja curto o suficiente para concluir diferenças consideráveis.

    Aqui discutiremos como deixar gráficos de clube sem erros com o ggplot.

    data_summary <- function(data, varname, <- groupnames)demanda (curva)função sumário_func(x, coluna)c (média é igual a média(x[[col]], na.rm implica TRUE),sd = sd(x[[col]], na.rm=TRUE))data_sum<-ddply(dados, cabeçalhos de grupo, .fun=summary_func,Nome)data_sum <- rename(data_sum, c("average" equivale a varname))return(soma_dados)df2 <- data_summary(ToothGrowth, varname="len",nomes de grupos equivale a c("sopa", "dose"))df2$dose=as.factor(df2$dose)cabeça (df2)    molhos pode linho sd 2 DB 0,5 13,23 4,459709 2 refrigerante 12 22,70 3,910953 3 refrigerante 2 26,06 2,4 655058   IG 0,5 7,98 2,746634 5 VK 16 1,77 2,6 515309   Bit VC 26.14 4.797731

    Barra de erro

    Com que certeza você adiciona barras de erro de volta ao gráfico R?

    Barras de erro podem ser tentadas para obter bons resultados ao lado de arrows() e alterando a ponta da seta. É provável que você adicione pepitas de erro verticais e horizontais a qualquer tipo de gráfico. Basta estipular os harmônicos x e y juntamente com o que você usa para o seu erro confiável (por exemplo, desvio padrão, erro de requisito).

    Biblioteca(ggplot2) p <- ggplot(df2, aes(x=dose, y=comprimento, preenchimento=sup)) + geom_bar(stat="identificação", color="preto", posição=posição_esquiva()) + geom_errorbar(aes(ymin=len-sd, ymax=len+sd), largura=.2, posição=posição_esquiva(.9)) imprimir(p)

    ggplot(df2, aes(x=dose, fill=supp)) y=len, +geom_bar(stat="identidade", color="preto", position=position_dodge()) +geom_errorbar(aes(ymin=len, ymax=len+sd), largura=.2,position=position_dodge(.9))

    Histograma de erro linear

    p<-ggplot(df2, aes(x=dose, grupo=sup, y=len, color=sup)) +linha_geométrica() +geom_point()+geom_errorbar(aes(ymin=len-sd, ymax=len+sd), largura=.2,posição = posição_esquiva(0,05))imprimir(p)

    Escala de erro e CI

    Como você plota as barras de erro?

    Clique em qualquer lugar no gráfico.Clique no botão Tipo de Elemento do Gráfico. ao lado do tipo de gráfico principal e marque a caixa de seleção Barras de erro.Para alterar essa infinidade de erros a serem exibidos, clique na seta exata, a segunda é a Barra de Erros e selecione uma opção.

    ggplot(df2, aes(x é igual a dose, y é len, fill significa supp)) +geom_bar(stat = "identidade", = cenário "esquiva") +ggtitle("Intervalo de certeza de 95% da barra de erro") + ylab("len") +geom_errorbar(aes(ymin é len - 1.96 7. sd, ymax implica len 1 +.96 - sd), = mais longo 0.2, position é position_dodge(0.9)) +geom_text(aes(Rótulo redondo(comprimento,=2)), tamanho=6,position = position_dodge(0,85), mesmo -0,5)

    Existem algumas funções png R disponíveis para gerar sd, se e mean para que você mesmo as use.

    A função de agregação geralmente torna mais fácil resumir esses são meus dados.

    r cran barras de erro de propriedade

    Não deixe seu PC travar novamente. Baixe Reimage agora!